massagem-redutora-tire-aqui-suas-duvidas.jpeg

Massagem redutora: tire aqui suas dúvidas

Não importa se é verão ou inverno, nós sempre queremos estar com o corpo em forma, especialmente a barriga, que é o local em que mais acumulamos gordura. Para solucionar esse problema, existem muitas opções saudáveis, como praticar exercícios físicos, ter uma alimentação balanceada e recorrer a tratamentos estéticos não invasivos — que é o caso da massagem redutora.

Quer saber um pouco mais sobre essa técnica e todos os benefícios que ela pode oferecer a você? Então, continue a leitura deste post!

Como funciona a massagem redutora?

Algumas pessoas podem estar pensando se massagem redutora e massagem modeladora são a mesma coisa. Na verdade, elas são muito parecidas e o que muda é em que local do corpo cada uma é aplicada. A modeladora pode ser usada em todo o corpo, enquanto a redutora é realizada apenas em partes específicas, como no abdome e nas coxas.

Para realizar o procedimento, o profissional usa um creme, que tem propriedades redutoras e drenantes. Esse produto ajuda tanto no movimento das mãos — que deslizam com mais facilidade na pele do paciente — quanto na intensificação dos resultados.

Os movimentos são firmes, rápidos e profundos. É como se o profissional estivesse amassando a pele, chegando até a camada muscular (fica logo abaixo do tecido adiposo).

O que acontece dentro do nosso corpo?

O resultado desse procedimento é que a circulação sanguínea aumenta por conta dos movimentos rápidos e intensos e, assim, eleva-se também o metabolismo basal. Isso faz com que a gordura armazenada nas células passem a ser utilizadas para a manutenção energética daquela região.

A massagem redutora também funciona como um tipo de organizador dos tecidos. Ela consegue mobilizar e distribuir de uma forma melhor o tecido adiposo e, dessa forma, confere um aspecto mais estético à região manipulada.

A massagem redutora emagrece?

Apenas a massagem não emagrece. Você vai sentir, depois de algum tempo de tratamento, que a região em que a técnica foi empregada está com um aspecto melhor, mas, na verdade, não houve realmente uma perda de peso. O que ocorre é uma modificação na localização dos tecidos, que promove um visual melhor.

Porém, é possível aliar os resultados da massagem a uma mudança alimentar e à prática de atividades físicas. Esses dois novos hábitos realmente ajudarão você a chegar no peso e no corpo que deseja.

Quando os primeiros resultados aparecem?

Não é possível saber, com exatidão, quando o paciente verá os primeiros resultados. Afinal de contas, cada organismo reage de uma forma diferente ao tratamento. Também vai depender da região na qual será realizada a massagem e, ainda, se há muito ou pouco tecido adiposo.

Há diversos fatores que interferem nesse processo, como a retenção de líquidos e a circulação sanguínea local. Eles são capazes de interferir nos resultados e no tempo que você levará para alcançá-los.

Por exemplo, quando a circulação local não é eficiente, a massagem redutora consegue estimulá-la e, assim, a drenagem dos líquidos retidos fica melhor. Consequentemente, ocorre a perda de medidas por causa de um melhor funcionamento do sistema linfático.

O ideal é realizar, pelo menos, uma sessão por semana com duração, em média, de 40 minutos. Mas esse tempo pode variar dependendo do profissional ou da clínica em que será realizada a massagem. Normalmente, são estipuladas de 8 a 10 sessões.

Porém, os resultados não perduram. Ao parar de vez o tratamento, o mais provável é que aquela região tratada volte a ser o que era antes, principalmente se não houver uma mudança de hábitos real, como uma reeducação alimentar.

A massagem redutora causa dor?

Esse tipo de massagem, por alcançar os tecidos mais profundos, pode sim causar dor, mas nada que não seja suportável. Não é em todos que pode ter esse efeito, afinal de contas, a dor é algo bastante subjetivo e algumas pessoas têm o limiar mais alto que outras.

O paciente pode sentir a região dolorida após a sessão e até mesmo 24 horas após. Isso é normal, já que os tecidos foram manipulados de forma mais brusca, especialmente se a pessoa não tem o hábito de praticar exercícios físicos.

Caso apareça pontos roxos depois da sessão, é possível pensar em mudar de profissional. Esse dano ao corpo não é necessário e esse tipo de consequência vai além do que é esperado. O ponto roxo significa que algum vaso estourou, algo que pode causar um problema maior.

Quanto custa e onde fazer?

O custo do tratamento está intimamente atrelado à clínica ou ao profissional que realizará a massagem. Na hora de escolher, não vá apenas pelo preço. Faça as suas contas e determine um valor máximo que poderá gastar com as sessões.

Depois disso, comece a procurar pelo local. Pergunte aos amigos e parentes se conhecem algum lugar. Melhor ainda se você conseguir conversar com alguém que já passou pelo procedimento e pode dar uma indicação e falar se os resultados foram os esperados ou não.

O ideal é fazer a primeira sessão como uma experiência. Portanto, não feche nenhum pacote antes de conferir se o profissional é realmente aquilo que você espera. Algumas clínicas até oferecem o primeiro procedimento gratuito, justamente para que o paciente possa testar o serviço antes de adquiri-lo.

O preço da sessão pode variar entre R$ 100,00 a R$ 150,00 na maioria dos locais.

Quais são os tipos de massagem para reduzir medidas?

A massagem redutora é apenas uma das opções que você tem para reduzir medidas. Existem várias outras e é possível escolher aquela que mais se encaixa às suas necessidades:

1. Drenagem linfática

A drenagem linfática, como o próprio nome já diz, drena os líquidos que, por muitas vezes, ficam retidos no nosso corpo. Diversos alimentos, especialmente os industrializados, e o próprio tecido adiposo causam um processo inflamatório. Isso provoca um edema e a retenção de líquidos.

Esse tratamento ajuda a liberar esses líquidos e, assim, você já começa a perder medidas.

2. Massagem dermoativadora

É uma combinação de várias outras técnicas, como a drenagem e a massagem modeladora. Assim, ela ajuda a reduzir medidas tanto por meio da ativação da circulação sanguínea quanto por intermédio da drenagem, eliminando líquidos e ativando o metabolismo.

3. Massagem modeladora

Já falamos rapidamente sobre ela, que tem como principal objetivo modelar as curvas do corpo. A massagem modeladora pode ser aplicada em diversas partes, previne a flacidez, melhora o aspecto de áreas com celulite e, ainda, ajuda na redução de medidas.

Há diversas formas de você ter o corpo que deseja, sem precisar passar por procedimentos cirúrgicos ou fazer dietas malucas, extremamente radicais e com restrições alimentares. A associação das massagens com uma mudança de hábitos é capaz de fazer maravilhas por você.

E aí, tirou suas dúvidas sobre massagem redutora? Quer ficar por dentro de outras dicas para cuidar melhor da sua saúde e do seu corpo? Então, siga as nossas redes sociais: estamos no Facebook, Instagram e Twitter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This