Pare e descubra como perder a gordura abdominal

A Joana sempre teve vontade de ter um corpo bonito e poder usar as suas roupas sem se sentir incomodada na região da cintura. Ela tentou diversas dietas, praticou vários tipos de atividades físicas, mas, infelizmente, o seu esforço dava resultado por pouco tempo. Apesar de já estar um pouco desanimada sobre o assunto, ela ainda busca formas de como perder a gordura abdominal.

O que a Joana ainda não entendeu é que a mudança nos hábitos alimentares é fundamental. O que realmente fará a diferença na gordura abdominal são aqueles alimentos que ela ingere no dia a dia e que acabam proporcionando o acúmulo de tecido adiposo.

Mas então, o que a Joana precisa fazer para melhorar os seus resultados e, finalmente, obter êxito nessa questão? Veja as dicas que separamos abaixo!

Dicas para a Joana perder a gordura abdominal

1. Evitar alimentos com alto índice glicêmico

O índice glicêmico refere-se à quantidade de glicose encontrada nos alimentos e ao nível de açúcar que fica circulando no sangue após a ingestão.

Por exemplo, a Joana acabou de comer um pão, um alimento rico em açúcares. Após ser metabolizado, as moléculas de glicose passam para a corrente sanguínea em grande quantidade e de uma única vez. O que o corpo dela faz? Libera muita insulina para pegar essa glicose e armazenar em forma de gordura no tecido adiposo — que aparece em maior proporção na região abdominal.

Portanto, o ideal é evitar esse tipo de alimento, que, em sua maioria, são os carboidratos simples, como o macarrão, os biscoitos e as massas em geral. Mas é necessário buscar por mais conhecimento sobre o assunto, porque nem tudo que reluz é ouro. Por exemplo, o índice glicêmico da tapioca é maior que o do pão.

2. Comer mais proteínas

Se a Joana deseja, de fato, perder gordura abdominal, a melhor opção é adicionar mais proteínas e menos carboidratos ao cardápio. As gorduras podem permanecer na dieta, desde que sejam as boas, como as encontradas nos peixes e nas oleaginosas.

As proteínas não se acumulam na forma de gordura, pois são metabolizadas e utilizadas, principalmente, para a construção muscular. Portanto, é muito importante fazer essa troca. Ah! Como a Joana pratica exercícios físicos, precisará comer mais carboidratos complexos antes dos treinos.

3. Acelerar o metabolismo

A Joana já está praticando exercícios e seguindo uma dieta balanceada, mas ainda não conseguiu perder os centímetros na cintura que tanto queria. De fato, o emagrecimento é um processo lento e gradual, mas é possível acelerar essa perda de gordura com algumas substâncias simples e fáceis de encontrar.

Estamos falando dos alimentos termogênicos, capazes de acelerar o metabolismo, ou seja, que fazem o corpo gastar mais energia que o normal para realizar certas funções. Assim, bebidas, como o chá-verde e o chá de hibisco, e alimentos, como o gengibre, são ótimas escolhas para fazer parte da dieta, ajudando a perder alguns centímetros na barriga.

4. Deixar o refrigerante zero de lado

Uma das bebidas preferidas da Joana é o refrigerante. Ela tem muita dificuldade em abandoná-lo, especialmente nos almoços de domingo, e acaba partindo para a versão zero. É claro que, nessa opção, não será ingerida uma grande quantidade de açúcar, mas essa troca pode não ser tão útil quanto parece.

O problema é que, quando o cérebro dela percebe que a Joana está bebendo refrigerante, ele passa a se preparar para receber o açúcar. Como esse produto não vem, faz com que o corpo absorva uma quantidade muito maior de glicose dos alimentos. Assim, o nível dessa substância fica alto e é armazenado no tecido adiposo.

A perda de gordura é geral

Por fim, a Joana percebeu que não adianta procurar por uma fórmula mágica que só ajudará a emagrecer na área do abdômen. Não há uma substância que elimine a gordura especificamente da barriga, assim, qualquer suplemento que ela consumir ou cada dieta que fizer, terá como resultado a perda de gordura em todo o corpo. Normalmente, a gordura abdominal é a mais difícil de sair, portanto, é preciso ser paciente e insistente até alcançar o objetivo.

E aí, gostou das dicas de como perder a gordura abdominal? Tem outras táticas para emagrecer ou ficou com alguma dúvida? Conte para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This