Afinal, para que serve a vitamina B12?

Muitos são os nutrientes importantes para a nossa saúde — e as vitaminas estão entre os principais. Em especial, o complexo B é cheio de substâncias semelhantes e cada uma delas tem uma função essencial no nosso organismo.

Neste texto vamos falar da vitamina B12: para que serve, quais benefícios proporciona e em quais alimentos é encontrada. Também explicaremos o que a deficiência dessa substância pode causar e por que ela é essencial ao pleno funcionamento do organismo. Acompanhe o artigo!

Quais são os benefícios da vitamina B12?

Também conhecida como cobalamina ou cianocobalamina, essa vitamina faz parte do grupo das hidrossolúveis, ou seja, aquelas que precisam da gordura para entrar no nosso corpo. Conheça, abaixo, os inúmeros benefícios da vitamina B12.

Ajuda o sistema nervoso central (SNC)

O SNC é formado pelo cérebro, cerebelo, tronco cerebral e medula espinhal. Todas essas partes precisam da ajuda da vitamina B12 para funcionar de forma adequada. Isso porque o nutriente auxilia na formação da bainha de mielina, uma substância que recobre os nervos e apoia a transmissão de informações. Sem ela o sistema nervoso central e o sistema nervoso periférico não funcionariam.

Previne a anemia megaloblástica

Essa patologia ocorre quando as hemácias estão em menor quantidade, são imaturas e não conseguem exercer sua função. Vale lembrar que essas células são as responsáveis por levar o oxigênio a diversas partes do corpo. Além disso, a doença impede a produção de novos glóbulos vermelhos, representando um sério risco à vida.

A vitamina B12 atua na formação das hemácias e também na sua maturação. Ou seja, o nutriente age no desenvolvimento dessas células até que elas possam atender às necessidades do corpo, prevenindo a anemia megaloblástica.

Auxilia no reparo do DNA

Vários fatores podem causar mudanças na cadeia de DNA, como consumir certos alimentos (principalmente os industrializados) e ter hábitos ruins (não praticar exercícios, ingerir bebida alcoólica e fumar, por exemplo). A partir disso, o câncer pode se desenvolver.

Um dos papéis mais importantes da vitamina B12 é justamente agir na formação e na reparação da cadeia de DNA. O nutriente também ajuda a reparar as células que foram danificadas no processo de replicação.

Promove mais resistência

Depois de uma longa série de exercícios é normal o músculo fadigar. Porém, se isso acontece em pouco tempo e frequentemente, pode ser um indício da falta de vitamina B12 no organismo. Isso se dá por um movimento em cadeia, já que o nosso corpo é um grande relógio no qual uma engrenagem defeituosa afeta todo o funcionamento.

Como a vitamina B12 é uma das responsáveis pela produção e pelo desenvolvimento das hemácias, quando ela não está presente essas células não se desenvolvem e o aporte de oxigênio para os músculos diminui, causando o cansaço prematuro.

Evita a depressão

A vitamina B12 tem papel fundamental na função cerebral e na produção de mielina. Além disso, é a principal responsável por transferir o carbono necessário à produção de serotonina e outros neurotransmissores. A queda nos níveis de mielina e de serotonina gera o acúmulo de uma substância chamada homocisteína, que leva à depressão.

Melhora o sistema circulatório

Há dois tipos de colesterol em nosso organismo: o bom (HDL) e o ruim (LDL). A vitamina B12 é capaz de controlar o nível de ambos, sendo crucial para a manutenção da saúde. Como auxilia a regulação e a redução dos níveis de colesterol e triglicerídeos, todo o sistema circulatório é beneficiado. Desse modo, é possível prevenir a hipertensão e a arteriosclerose.

Acelera o metabolismo

Manter os níveis saudáveis dessa vitamina contribui para a perda de peso porque ela ajuda a metabolizar gordura e proteína. Quando isso ocorre, o corpo produz energia e queima calorias mais rápido.

A falta de vitamina B12 desacelera o metabolismo. Com isso, mesmo com dietas e exercícios, a perda de peso não é significativa.

Estimula o ganho de massa muscular

Como mencionamos, a cobalamina é extremamente importante para as funções do sistema nervoso. Um dos benefícios é tornar mais eficaz a conexão entre o sistema e os músculos. Assim, os movimentos de contração muscular são melhor executados, resultando em um treino de qualidade e favorecendo o ganho de massa magra.

Quais alimentos oferecem a vitamina B12?

Em geral, a quantidade recomendada dessa vitamina é o equivalente a 3 microgramas ao dia. No entanto, essa quantia pode variar de acordo com cada pessoa e de alguns fatores, como idade, condição física e hábitos alimentares.

A cobalamina não é produzida naturalmente pelo organismo e as principais fontes dessa vitamina são de origem animal. Por esse motivo, há maiores chances de vegetarianos necessitarem da suplementação.

É encontrada nas carnes (principalmente na de porco e em peixes de água fria, como salmão, truta e atum), no leite e em seus derivados, nos ovos e nas ostras. O nutriente também tem fontes vegetais, como a batata, as folhas verdes, a banana e os cereais integrais.

Quais são os sintomas da deficiência de vitamina B12?

Como você viu, a vitamina B12 é fundamental para o pleno funcionamento do organismo. A questão é que não a produzimos naturalmente. Assim, é preciso ingeri-la nas refeições ou na suplementação.

Mesmo com uma dieta balanceada, muitas vezes sofremos com a deficiência de cobalamina, seja porque não ingerimos a quantidade suficiente, seja devido a um problema na absorção dessa vitamina pelo organismo.

Por esse motivo, é preciso ficar atento aos sintomas da falta dessa substância. Confira, abaixo, os sinais mais importantes.

Fadiga

Quando os níveis de cobalamina estão abaixo do normal, o corpo não consegue produzir glóbulos vermelhos necessários para fornecer oxigênio a todas as partes. Com isso surge a anemia, deixando o indivíduo excepcionalmente fraco.

cansaço é um sintoma muito vago que, em geral, é facilmente atribuído a outras causas. Porém, se a fadiga estiver aumentando, é necessário fazer uma consulta médica para analisar a quantidade de vitamina B12.

Formigamento nas mãos e nos pés

Nosso cérebro precisa de vitamina B12 para produzir mielina, substância cujo papel é isolar e proteger os nervos da medula espinhal. Ao ter pouca quantidade dessa vitamina, os impulsos nervosos não chegam tão rápido até as extremidades do corpo, causando formigamento nas mãos e nos pés.

Perda do equilíbrio

Do mesmo modo que a quebra da mielina reduz a sensibilidade ao toque nas extremidades do organismo, também pode afetar a propriocepção, que é a capacidade de reconhecer a localização espacial do corpo, sua orientação e posição. Isso resulta na perda do equilíbrio, fazendo, inclusive, com que a pessoa caia.

Confusão mental

A mielina cobre as células nervosas do cérebro. Quando está deteriorada, faz o indivíduo ficar esquecido e confuso. Os sintomas da deficiência de vitamina B12 podem imitar os da demência em apenas um ano. A boa notícia é que basta suplementar para tudo voltar ao normal, caso o problema seja realmente esse.

Ainda há sintomas físicos, que envolvem palidez, aftas, fraqueza, falta de ar, pele ou olhos amarelados, diarreia, taquicardia e náusea.

Se perceber alguns desses sinais, marque uma consulta médica. Provavelmente ele pedirá exames de sangue para analisar se há falta de vitamina B12 e indicará a dosagem correta para o seu caso. De qualquer modo, para evitar que esses sintomas surjam e para melhorar sua qualidade de vida, inclua as fontes naturais da vitamina em suas refeições.

Agora que você já sabe para que serve a vitamina B12, que tal colocá-la na sua dieta? Uma forma simples e prática de fazer isso, que também oferece todos os benefícios desse nutriente, é por meio de suplementos. Experimente!

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Tem algo a acrescentar? Então, comente para compartilhar conosco e com os demais leitores suas ideias e opiniões sobre o tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This