Ansiedade no trabalho: como ela pode atrapalhar?

 

Prazos curtos, metas difíceis de serem atingidas, sobrecarga e muitos outros fatores são causas de ansiedade no trabalho.

Tendo em vista que o Brasil é, atualmente, o país mais ansioso e estressado da América Latina, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, é preciso ficar atento para que você não sofra desse mal.

Mas, afinal, como a ansiedade pode interferir em sua vida profissional? Como reduzi-la e manter a sua qualidade de vida dentro e fora do ambiente profissional? Continue lendo este artigo e confira.

A ansiedade no trabalho

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, muitas pessoas já iniciam os seus dias com os nervos à flor da pele. É preciso cumprir todas as tarefas solicitadas — e também as não solicitadas — com perfeição e, de preferência, antes do prazo. Afinal, há dezenas de profissionais disponíveis para preencher a vaga caso ocorra uma falha.

É com essa pressão que muitos profissionais têm lidado. Além disso, há a ausência de reconhecimento e a falta de momentos de lazer — pois o trabalho continua em casa, por meio do celular.

O resultado são pessoas extremamente competentes, mas que estão estressadas demais e não conseguem atingir todo o seu potencial.

As consequências de viver com o estresse

É cada vez mais comum vermos nos noticiários (ou, até mesmo, próximos de nós) pessoas que simplesmente tiveram uma “crise de nervos” por causa do trabalho.

Mal-estar, falta de ar, formigamento, redução ou excesso de apetite até ataques de pânico e outras fobias, além de problemas graves de saúde são algumas das consequências de trabalhar em um ambiente que esteja desencadeando o estresse.

Em casos mais graves, os colaboradores têm sido afastados de suas atividades laborais devido a transtornos mentais sérios, que precisam de acompanhamento psiquiátrico.

Mas antes de chegar a esse estágio, os profissionais podem, pouco a pouco, ter o seu dia a dia afetado com a diminuição da produtividade, o esquecimento de informações importantes e o mau desempenho de suas funções de forma geral.

Portanto, pelo bem do seu emprego e, principalmente, da sua saúde, vale a pena diminuir o ritmo e começar a se cuidar!

As formas de reduzir a ansiedade no ambiente profissional

O que deixa você estressado no ambiente de trabalho? Os prazos? As reuniões com superiores? As viagens corporativas? Uma boa dica para combater o estresse é conhecer a si mesmo, sabendo, primeiramente, o que o deixa ansioso ou preocupado.

Se os prazos deixam você com dor de estômago, converse abertamente com os responsáveis e diga que, apesar de toda a sua dedicação, será preciso mais tempo para desenvolver o projeto com a qualidade que você gostaria. Se é o excesso de trabalho que tira o seu sono, sugira dividir com outros membros da equipe. Lembre-se de que você, por mais competente que seja, é uma pessoa só e precisa estar saudável, tanto física quanto mentalmente, para dar o melhor de si.

Além disso, há diversos suplementos naturais e fitoterápicos que podem ajudar você a ter mais qualidade de vida, como:

  • suplementos de vitaminas, para repor algum nutriente que possa estar faltando devido a uma alimentação corrida (ou inexistente);

  • suplementos para relaxar;

  • suplementos para dormir melhor e ter mais disposição para iniciar o dia seguinte.

O fato é que a ansiedade no trabalho pode ser comum nos dias de hoje, mas ela não é saudável e não deve ser uma regra em sua vida. Mudando alguns hábitos e dando um tempo para si mesmo, é possível encarar as dificuldades com mais tranquilidade e consciência. A sua saúde e qualidade de vida agradecem.

Esperamos ter ajudado você com nosso artigo de hoje! Para acompanhar mais conteúdos como este, siga as nossas redes sociais: estamos no FacebookInstagram. Até lá!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This