Pare e descubra como perder a gordura abdominal

8 minutos para ler

A Joana sempre teve vontade de ter um corpo bonito e poder usar as suas roupas sem se sentir incomodada na região da cintura. Ela tentou diversas dietas, praticou vários tipos de atividades físicas, mas, infelizmente, o seu esforço dava resultado por pouco tempo. Apesar de já estar um pouco desanimada sobre o assunto, ela ainda busca formas de como queimar gordura abdominal.

O que a Joana ainda não entendeu é que a mudança nos hábitos alimentares é fundamental. O que realmente fará a diferença na gordura abdominal são aqueles alimentos que ela ingere no dia a dia e que acabam proporcionando o acúmulo de tecido adiposo.

O que a Joana precisa fazer para melhorar os seus resultados e, finalmente, obter êxito nessa questão? Veja as dicas que separamos abaixo!

1. Evitar alimentos com alto índice glicêmico

O índice glicêmico refere-se à quantidade de glicose encontrada nos alimentos e ao nível de açúcar que fica circulando no sangue após a ingestão.

Por exemplo, a Joana acabou de comer um pão, um alimento rico em açúcares. Após ser metabolizado, as moléculas de glicose passam para a corrente sanguínea em grande quantidade e de uma única vez. O que o corpo dela faz?

Portanto, o ideal é evitar esse tipo de alimento, que, em sua maioria, são os carboidratos simples, como o macarrão, os biscoitos e as massas em geral. Mas é necessário buscar por mais conhecimento sobre o assunto, porque nem tudo que reluz é ouro. Por exemplo, o índice glicêmico da tapioca é maior que o do pão.

2. Comer mais proteínas

Se a Joana deseja, de fato, perder gordura abdominal, a melhor opção é adicionar mais proteínas e menos carboidratos ao cardápio. As gorduras podem permanecer na dieta desde que sejam as boas, como as encontradas nos peixes e nas oleaginosas.

As proteínas não se acumulam na forma de gordura, pois são metabolizadas e utilizadas, principalmente, para a construção muscular. Portanto, é muito importante fazer essa troca. Ah! Como a Joana pratica exercícios físicos, precisará comer mais carboidratos complexos antes dos treinos.

3. Acelerar o metabolismo

A Joana já está praticando exercícios e seguindo uma dieta balanceada, mas ainda não conseguiu perder os centímetros na cintura que tanto queria. De fato, o emagrecimento é um processo lento e gradual, mas é possível acelerar essa perda de gordura com algumas substâncias simples e fáceis de encontrar.

Estamos falando dos alimentos termogênicos, capazes de acelerar o metabolismo, ou seja, que fazem o corpo gastar mais energia que o normal para realizar certas funções. Assim, bebidas, como o chá-verde e o chá de hibisco, e alimentos, como o gengibre, são ótimas escolhas para fazer parte da dieta, ajudando a perder alguns centímetros na barriga.

4. Deixar o refrigerante zero de lado

Uma das bebidas preferidas da Joana é o refrigerante. Ela tem muita dificuldade em abandoná-lo, especialmente nos almoços de domingo, e acaba partindo para a versão zero. É claro que, nessa opção, não será ingerida uma grande quantidade de açúcar, mas essa troca pode não ser tão útil quanto parece.

O problema é que, quando o cérebro dela percebe que a Joana está bebendo refrigerante, ele passa a se preparar para receber o açúcar. Como esse produto não vem, faz com que o corpo absorva uma quantidade muito maior de glicose dos alimentos. Assim, o nível dessa substância fica alto e é armazenado no tecido adiposo.

5. Fazer exercícios físicos adequados

Joana sempre teve dificuldades de seguir uma rotina adequada de exercícios. Ao iniciar uma aula na academia se empolga no começo, mas logo na primeira semana já procura desculpas para faltar. Com isso, ela percebeu que esse método não entrega muito resultado. Uma boa sugestão, nesse caso, envolve fortalecer os músculos da região abdominal. Veja, a seguir, alguns exemplos de exercícios:

  • abdominal curto com apoio dos pés em 90 graus;
  • plank deitado com a barriga no chão e as pernas estendidas;
  • abdominal lateral;
  • abdominal completo com os joelhos estendidos.

O mais importante nessa rotina de exercícios para que Joana alcance seus resultados é que todos os dias uma série seja feita. Começar devagar não é um problema, o problema está justamente em não se movimentar para ajudar na formação de músculos da região.

6. Apostar em massagens redutoras

Como Joana tomou uma grande decisão em relação ao seu peso, ela deseja combinar os benefícios da estética com o exercício físico e dieta. No entanto, torna-se indispensável saber que as massagens redutoras ajudam a eliminar medidas, mas não atua diretamente na perda de gordura abdominal como muita gente pensa.

A questão aqui é que os benefícios desse tipo de tratamento estão ligados à retenção de líquido. Ou seja, as medidas perdidas aliviam a sensação de desconforto e deixam o corpo mais fino visualmente. Por isso, procure por profissionais especializados no assunto que possam construir um tratamento adequado aos seus desejos e necessidades.

7. Usar produtos manipulados e fitoterápicos

Emagrecer é um processo que exige dedicação. Para manter o peso equilibrado e evitar o efeito sanfona, Joana sabe que precisa aprender a mudar os hábitos prejudiciais e o comportamento sedentário.

Manter o corpo e a mente saudável exige disciplina, mas costuma ser bastante prazeroso por aumentar a qualidade de vida consideravelmente. Além da força de vontade, Joana precisa se conscientizar de que emagrecer é muito diferente de perder peso.

O grande diferencial está em reduzir o excesso de gordura que pode ser prejudicial à saúde em diferentes aspectos. Por este motivo, usar produtos manipulados e fitoterápicos se transforma em um verdadeiro divisor de águas, já que promovem um detox no organismo. Conheça, a seguir, os principais!

Café verde

Atua como um excelente antioxidante que ajuda no processo de emagrecimento. A combinação de cafeína com ácido clorogênico se destaca também por reduzir o acúmulo de gordura nas células. Sem contar que alguns de seus compostos aumentam a oxidação da temida gordura no fígado ao mesmo tempo em que faz o tratamento de desordens hepáticas.

Cápsulas de Hibisco

O produto atua como anti-inflamatório no alívio de irritações. Seu grande diferencial para quem busca perder gordura abdominal é o favorecimento ao processo de digestão lento e difícil. Já aos que sofrem de ansiedade, seu efeito é conhecido por estimular o relaxamento e propriedades anti-hipertensiva.

Alcaçuz

Ideal para problemas intestinais e emagrecimento, essa planta natural da Europa apresenta propriedades medicinais em suas propriedades. Além da perda de peso, suas funções também abrangem os fatores gastrointestinais e respiratórios. Pode agir também como um laxante suave que impede os sintomas da azia e má digestão.

Cactin

A cápsula é obtida por meio do figo da índia e sua ação termogênica se apresenta de maneira revolucionária. Atua diretamente nas células adiposas reduzindo de maneira progressiva as células de gorduras corporais. Quem sofre com a retenção de líquido, como Joana, se identificará imediatamente com o produto.

Sua composição conta com uma série de vitaminas e minerais, aminoácidos, lipídeos, antioxidantes e outros compostos bioativos. Juntas, todas essas substâncias diminuem o excesso de líquidos causados pela Tensão Pré Menstrual (TPM). Veja, a seguir, outras funções da Cactin no organismo:

  • melhora a queima de gordura localizada;
  • modera o apetite;
  • acelera o metabolismo;
  • regula os níveis de açúcar;
  • previne doenças cardiovasculares;
  • diminui o colesterol.

Por fim, a Joana percebeu que não adianta procurar por uma fórmula mágica sobre como queimar gordura abdominal. O que faz mesmo diferença é a combinação de vários fatores que influenciam diretamente em um estilo de vida mais equilibrado e saudável.

Gostou das dicas de como perder a gordura abdominal? Então assine nossa Newsletter e fique por dentro de outras dicas para perder peso com a saúde em dia!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This