O que é reeducação alimentar e como ela pode mudar minha saúde?

Emagrecer com saúde, sem necessitar de remédios ou cirurgias e mantendo o bem-estar é fundamental para alcançar resultados definitivos. Por isso, é importante entender o que é reeducação alimentar e se livrar dos mitos que cercam o assunto.

Ao transformar a sua alimentação e inserir na dieta alimentos saudáveis, o seu corpo passa a trabalhar de forma regular e com mais qualidade. Assim, você tem mais energia no dia a dia e desenvolve prazer em se alimentar e manter uma rotina saudável.

Pensando nisso, preparamos este artigo com as principais informações sobre reeducação alimentar e como ela pode equilibrar a saúde e a mente. Boa leitura!

O que é reeducação alimentar?

A reeducação alimentar é o processo de repensar os comportamentos e hábitos diários relativos à comida. Ao contrário das dietas, que excluem completamente alimentos ou grupos alimentares, a reeducação se baseia em uma relação melhor com o que se come.

Muitas pessoas acreditam que apenas a privação traz resultados. Entretanto, o ideal é reeducar os hábitos para torná-los permanentes, e não temporários. O emagrecimento ocorre de forma gradual e saudável, o que permite que você se mantenha no peso ideal por mais tempo.

Quais são os seus benefícios?

Reeducar sua alimentação significa fazer escolhas mais saudáveis. Assim, você passa a seguir um cardápio mais balanceado e sem muitas privações. Isso permite que você sinta todos os benefícios de uma alimentação saudável sobre o seu corpo, como:

  • absorção adequada de nutrientes;

  • melhora da aparência do cabelo e da pele;

  • aumento da energia e da disposição;

  • redução da compulsão alimentar;

  • fortalecimento do sistema imunológico;

  • melhora do sono;

  • mudanças no paladar;

  • diminuição do risco de desenvolver doenças, como diabetes e cardiovasculares;

  • melhor funcionamento do intestino;

  • entre outros.

Como colocá-la em prática?

Basicamente, você precisa adequar a sua rotina a uma alimentação mais natural e saudável, sem precisar de dietas radicais. Para isso, existem algumas orientações práticas que dão suporte a essas mudanças, como:

  • diminuir o consumo de sal e açúcar;

  • consumir mais comida feita em casa;

  • comer de forma consciente;

  • ingerir bastante água para manter o corpo hidratado;

  • comer pequenas porções de 3 em 3 horas;

  • preferir alimentos integrais;

  • evitar alimentos fritos e industrializados.

O nosso paladar é completamente adaptável. Quando deixamos de consumir alguns tipos de alimentos e optamos por temperos naturais — como cebola, alho e outros condimentos —, as refeições passam a ter mais sabor e a ser mais prazerosas.

É muito importante que a reeducação alimentar seja feita de maneira personalizada. Por isso, é necessário consultar um médico especialista, pois cada pessoa tem as suas especificidades. Isso varia de acordo com o estilo de vida, com o objetivo e com as necessidades de ingestão diária de nutrientes individuais.

Além de entender o que é reeducação alimentar, é importante saber que esse processo exige bastante esforço e que os resultados aparecem a médio prazo. No entanto, todos os benefícios proporcionados pela reeducação fazem a dedicação valer a pena, pois os efeitos são duradouros e melhoram a saúde de modo geral.

Gostou do nosso conteúdo? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então deixe o seu comentário!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This