Queda de cabelos: por que ocorre e como evitar?

Você sabia que é normal que uma pessoa perca cerca de 50 a 100 fios de cabelo por dia? Isso não significa que ela sofra de calvície, já que a maioria desses cabelos que caem são repostos. Apesar disso, várias pessoas se incomodam com a queda de cabelos e, em alguns casos, é possível identificar a causa e tratá-la.

A causa da queda é o que determina a quantidade de cabelo que cai e a velocidade com que isso ocorre. Por isso, é importante investigar qual a sua origem, e, com isso, buscar os melhores cuidados.

Neste post, explicaremos os principais motivos que geram a queda de cabelos e daremos algumas dicas que ajudarão a evitar o problema. Confira!

Principais causas

Embora a perda diária de fios seja comum, em alguns casos essa queda é patológica, como resultado de doenças ou deficiência de nutrientes. Mudanças hormonais também podem provocar perda de cabelos temporária, como ocorre durante a gravidez, após o parto ou na menopausa.

Da mesma forma, o uso de determinados medicamentos pode provocar queda dos cabelos, como os destinados a tratar problemas cardíacos, depressão, pressão alta, artrite e câncer. Além disso, estresse emocional ou físico também pode ser o responsável pelo quadro.

Entenda um pouco melhor sobre alguns dos principais causadores da perda excessiva de cabelos.

Anemia

Alterações no couro cabeludo podem ser o sintoma mais rapidamente percebido em pacientes com deficiência de ferro. A falta desse mineral resulta em uma queda na concentração de hemoglobina, que é a proteína presente no sangue responsável pelo transporte de oxigênio.

Cerca de 30% da população mundial sofre de anemia e o déficit de oxigênio provocado pela doença produz no paciente sintomas como palidez e cansaço, além de tirar a resistência dos fios de cabelo.

Síndrome metabólica

A síndrome metabólica é um conjunto de doenças — obesidade, hipertensão, diabetes e níveis altos de triglicérides e colesterol — que tem como base a resistência à ação da insulina, o que faz com que o pâncreas produza uma quantidade maior desse hormônio.

Essa síndrome resulta em aumento no risco de doenças cardiovasculares, como derrames cerebrais e ataques cardíacos. Além disso, os distúrbios no organismo podem provocar inflamações crônicas, o que compromete a integridade dos cabelos, ou lesar os vasos que irrigam o couro cabeludo e, assim, causar a queda de fios.

Consumo de cigarro

Os males causados por esse hábito não são novidade, mas nem todo mundo sabe que pessoas fumantes estão mais sujeitas a sofrer problemas capilares, já que as substâncias tóxicas presentes no cigarro enfraquecem os fios.

Outro ponto é que, como citado no caso da síndrome metabólica, o tabagismo também resulta em degeneração dos vasos que abastecem as extremidades do nosso corpo, o que inclui o couro cabeludo.

Estresse e ansiedade

O estresse e a ansiedade causam vários problemas de saúde, inclusive a queda de cabelo. Quando forem descartadas as causas orgânicas, é importante observar se existem questões emocionais relacionadas ao problema.

Em situações estressantes, o corpo pode liberar substâncias que induzem a queda. A tendência é que isso se normalize quando a fase ruim passar. Porém, caso isso seja frequente ou tenha duração longa, existe o risco de a queda de cabelo se tornar um problema crônico.

Uso de produtos com química

Os produtos com química também podem danificar e enfraquecer a estrutura dos fios e, assim, fazer com que eles caiam. É importante verificar a compatibilidade entre as substâncias aplicadas nos cabelos e evitar realizar muitos procedimentos químicos em um curto intervalo. Quando a queda de cabelos estiver excessiva, é importante dar uma pausa no uso de produtos assim.

Dicas para evitar queda de cabelos

O tratamento para a queda depende, obviamente, da causa do problema. Se a questão for temporária, decorrente de alguma deficiência de vitaminas ou alteração hormonal, o cabelo logo volta a crescer.

Independentemente da causa, existem algumas dicas que podem ajudar a minimizar a perda de fios. Confira a seguir.

Invista em uma alimentação saudável

Alimentos ricos em vitaminas e minerais ajudam a fortalecer a raiz dos cabelos, o que inibe a queda. Você pode incluir em sua dieta: vegetais de cor laranja, folhas verde-escuras, oleaginosas e peixes.

Por outro lado, existem alimentos que fazem com que os fios fiquem mais frágeis e que precisam ser evitados. Os principais deles são as frituras, bebidas alcoólicas e açúcar refinado em excesso.

Só prenda os cabelos quando estiverem bem secos

O hábito de prender os cabelos ainda úmidos pode provocar danos na raiz, o que favorece a queda. Muitas pessoas também dormem com os cabelos molhados, de forma que eles fiquem abafados no travesseiro. O resultado são fios enfraquecidos e mais propensos à queda.

Pratique atividades físicas

Lembra que falamos que os problemas de saúde do seu corpo podem levar à queda de cabelos? Uma das melhores maneiras de se manter saudável é com a prática regular de atividades físicas.

Dessa maneira você libera endorfina, o hormônio do prazer, e diminui o estresse e a ansiedade. Além disso, os exercícios melhoram a circulação sanguínea, o que é muito importante para o fortalecimento dos cabelos e o nascimento de fios novos.

Tire um tempo para relaxar

Quando o estresse e ansiedade são causados por uma rotina intensa, é importante tirar um tempo para se cuidar e relaxar. Isso faz uma grande diferença nas suas emoções e também na sua saúde. Da mesma maneira, ajudará a controlar o problema da queda de cabelos.

Faça um cronograma capilar

Enquanto estiver com problemas de queda, é importante dar uma pausa nos procedimentos agressivos e focar em tratamentos que fortaleçam e recuperem a saúde dos fios. Por isso, você pode optar por um cronograma capilar.

Trata-se de um protocolo de cuidados com os cabelos que visa oferecer os nutrientes que os fios precisam para ficarem mais fortes e bonitos. Ele é baseado no uso de máscaras capilares de hidratação, nutrição e reconstrução, o que oferece uma proteção contra os danos externos aos fios, além de ajudar a recuperar a sua estrutura.

Busque mais qualidade de vida

Para garantir que o seu corpo fique em equilíbrio, é fundamental buscar mais qualidade de vida. Assim, ter boa alimentação, procurar o médico sempre que sentir algo incomum, não ter uma rotina sedentária e cuidar de si são ações importantes para evitar vários problemas, entre eles a queda de cabelos.

Utilize suplementos com agentes fortalecedores

Alguns suplementos vitamínicos vendidos em farmácia podem ser a solução para quem quer potencializar a força do cabelo contra a queda. Você encontra fórmulas com colágeno, queratina, elastina ou outros agentes que oferecem nutrientes extras para fortalecer o cabelo e a pele.

Como foi possível ver, por mais que a queda de cabelos tenha muitas causas diferentes, existem algumas práticas que podem ajudar na prevenção e melhorar o aspecto de suas madeixas. Ao manter os cuidados com o seu corpo e sua mente, seus cabelos ficam muito mais fortes e bonitos.

Se você busca um suplemento para deixar os seus cabelos lindos e livres de queda, pode encontrar ótimas fórmulas manipuladas na Nature Derme. Conheça nossa loja virtual e confira as soluções que oferecemos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14 − treze =