Conheça os principais tipos de ginástica laboral

Todo mundo sabe que a prática de atividades físicas traz diversos benefícios para a saúde. Seja na academia ou ao ar livre, os exercícios são fundamentais para o bem-estar físico e emocional. O que muita gente não sabe, entretanto, é que há diversos tipos de ginástica laboral que nos ajudam a levar uma vida mais saudável também no trabalho.

Não importa se em casa ou no serviço, ter uma rotina saudável é fundamental a fim de manter o corpo livre de dores musculares, fadiga, estresse e outras doenças físicas e mentais. Com um pouco de organização e disposição, é possível encaixar na agenda momentos de autocuidado que vão garantir o bem-estar a curto, médio e longo prazo.

Para ajudar você a levar uma vida mais saudável em todos os ambientes pelos quais passa, falaremos um pouco mais sobre a ginástica laboral neste post. Boa leitura!

O que é a ginástica laboral?

É um conjunto de atividades físicas planejado especialmente para os funcionários de uma empresa realizarem em seu ambiente de trabalho. De maneira geral, a ginástica laboral visa preparar o colaborador para executar suas tarefas cotidianas com mais equilíbrio e disposição, além de promover o relaxamento no final do expediente.

O programa de atividades físicas da ginástica laboral engloba exercícios de compensação muscular, de flexibilidade e de alongamento, técnicas de relaxamento e meditação, além de incluir também momentos lúdicos de recreação e integração entre os funcionários.

Quais são os benefícios dessa prática?

As pessoas costumam passar boa parte do dia no trabalho. Nesse ambiente, estão sujeitas a diversas doenças ocupacionais causadas pela adoção de posturas inadequadas, realização de movimentos repetitivos e sobrecarga emocional. Assim, não é difícil encontrar trabalhadores com problemas de coluna, lesões por esforço repetitivo ou estresse.

A ginástica laboral tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos funcionários de uma empresa, ajudando na prevenção a diversos problemas de saúde. Além disso, a prática de atividades físicas durante a jornada de trabalho contribui para a diminuição do sedentarismo, para o desenvolvimento da consciência corporal e para o estreitamento das relações entre os colegas da empresa, estimulando a atuação em equipe.

Incentivar a ginástica laboral também é ótimo para a empresa, que colhe os frutos do aumento da produtividade dos seus colaboradores. Os índices de acidentes de trabalho e de afastamentos de funcionários por doenças diminuem, assim como os custos relacionados ao absenteísmo.

Quais são os tipos de ginástica laboral?

De acordo com os objetivos e necessidades dos colaboradores, a ginástica laboral pode ser dividida em 4 tipos:

Preparatória

Como o nome diz, essa ginástica prepara o corpo para a jornada de trabalho. Por isso, deve ser realizada antes do início das atividades diárias. Em um intervalo de 10 a 15 minutos, são praticados exercícios de coordenação, equilíbrio, flexibilidade, resistência muscular e concentração.

Com isso, ocorre a elevação da temperatura corporal e da frequência cardíaca, deixando o corpo mais apto para o esforço físico. O aumento da oxigenação dos tecidos e do nível de concentração faz o cérebro operar melhor. Após a prática dos exercícios preparatórios, o funcionário está alerta e “aquecido” para dar início ao trabalho.

Compensatória

Essa prática é principalmente importante para aqueles trabalhadores que realizam esforços repetitivos. Ela deve ser feita em um momento curto de pausa, não levando mais do que 10 minutos. Por essa razão, a ginástica compensatória pode ser também chamada de ginástica de pausa.

Esse tipo de ginástica laboral inclui exercícios respiratórios, de correção postural e de alongamento e flexibilidade. Nele, são praticadas atividades para aliviar as tensões musculares, relaxando a musculatura durante a jornada de trabalho. O objetivo é melhorar a circulação sanguínea e a postura, ajudando o corpo a se livrar de resíduos do metabolismo e a prevenir a fadiga muscular.

De relaxamento

O relaxamento deve ser feito ao terminar a jornada de trabalho, reservando, para isso, de 10 a 15 minutos no final do expediente. Ele é baseado em exercícios de alongamento, automassagens, práticas respiratórias e meditação.

A ginástica laboral de relaxamento traz benefícios físicos e emocionais. Por meio dela, é possível reduzir o estresse e as tensões entre colegas de trabalho, além de evitar o acúmulo de ácido lático nos músculos e a fadiga. O colaborador retorna para casa com mais disposição para aproveitar os momentos de lazer e convívio familiar.

Corretiva

Essa prática tem como objetivo equilibrar a musculatura, fortalecendo os músculos que são pouco usados e alongando aqueles que estão sobrecarregados. A ginástica laboral corretiva beneficia, principalmente, um grupo específico de trabalhadores que apresentam algum tipo de deficiência morfológica, porém não patológica.

A execução desse tipo de exercício consome de 10 a 15 minutos e deve ser realizada, no mínimo, 3 vezes por semana. Com isso, os impactos negativos de um ambiente de trabalho ergonomicamente inadequado são amenizados.

Como aplicar essas atividades na sua empresa?

Se a sua empresa não adota um programa de ginástica laboral, não se desespere. Embora não sejam tão eficientes quanto às atividades em grupo orientadas por um profissional, existem alguns exercícios que podem ser realizados durante a jornada de trabalho visando prevenir doenças ocupacionais. 

Assim, veja algumas atividades físicas que você pode realizar por conta própria ao longo do expediente:

  • fazer pequenas caminhadas pelo corredor;
  • permanecer em pé enquanto fala ao telefone; 
  • ficar na ponta dos pés para exercitar a panturrilha;
  • contrair as nádegas por alguns segundos enquanto estiver sentado;
  • espreguiçar-se, esticando os braços sobre a cabeça com os dedos entrelaçados;
  • usar as escadas sempre que possível. 

Além de praticar a ginástica laboral, existem diversos hábitos saudáveis que podem ser incorporados facilmente em sua rotina de trabalho e que trarão um impacto enorme para a sua saúde. Entre eles, destacam-se o cuidado com a alimentação, a adoção de posturas adequadas e a realização periódica de pausas para descanso.

E aí, gostou de conhecer um pouco mais sobre os diferentes tipos de ginástica laboral e seus benefícios? Quer se manter bem-informado sobre esse e outros assuntos relacionados aos hábitos necessários para ter uma vida saudável? Assine a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This